clique para navegar!
"A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida." (John Dewey)
"Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina." (Cora Coralina)
"O esporte tem o poder de mudar o mundo, de inspirar e de unir um povo de um jeito que poucas coisas conseguem". (Nelson Mandela)
  •  

 
 
login área
clique para abrir!
  • Península apoiou

    a sistematização do projeto pedagógico da Casa do Zezinho com o intuito de disseminar a metodologia desenvolvida pela instituição.

O que é o projeto?

 
  • O que é a Casa do Zezinho?

    Fundada em 1994, a Casa do Zezinho oferece atividades educacionais, culturais e esportivas, além de oficinas de capacitação profissional e geração de renda a 1.500 crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social da região do Capão Redondo, periferia da Zona Sul de São Paulo.

  • O que é a Casa do Zezinho?

    Com a iniciativa, as crianças e jovens da região podem trocar as ruas por um espaço de aprendizado e lazer, no contraturno escolar. Aulas de música, mosaico, gastronomia, capoeira, entre outras atividades, são oferecidas aos meninos e meninas que, assim, podem vencer as limitações impostas pelo meio em que vivem e conquistar autonomia de pensamento e de ação para escolherem os próprios caminhos.

  • O que é a Casa do Zezinho?

    A Casa do Zezinho existe graças à iniciativa de um grupo liderado pela pedagoga Dagmar Rivieri Garroux, mais conhecida como Tia Dag: “Quando resolvi fazer a Casa do Zezinho já trazia 21 anos de periferia no coração. Foi uma luta brava e um longo aprendizado. Sou daquelas que nunca se conformou com a exclusão, pois defendo o direito de sonhar que a criança tem, o direito que ela tem de escolher seu destino, pertença ela a que classe for” - Tia Dag

1
2
3
 
Saiba como colaborar com este projeto!
 
Início / Status
2011 / Concluído
 
Área Programática
Educação complementar
 
Localidade
São Paulo, SP
 
Resultados Esperados
Organização de um modelo replicável para que muitas outras crianças e jovens possam ter a oportunidade de usufruir de vivências educacionais semelhantes.
 

Para disseminar os conhecimentos adquiridos nos 18 anos de experiência com educação não formal da Casa do Zezinho – organização não governamental que atende crianças e jovens da periferia de São Paulo – o Instituto Península apoiou o projeto de sistematização da metodologia de trabalho da instituição.

A proposta era acompanhar, registrar e publicar, por meio de textos, imagens e vídeos, o sistema educacional elaborado pela organização, batizado de Pedagogia do Arco-Íris. Essa metodologia tem como ponto central o desenvolvimento da autonomia de pensamento e ação a partir de quatro pilares da educação: Ser (Espiritualidade), Conhecer (Ciências), Saber (Filosofia) e Fazer (Arte).

Assim, a bem-sucedida experiência pedagógica da Casa do Zezinho pode ser replicada por outras pessoas envolvidas com projetos educacionais e sociais, formuladores de políticas públicas de educação e nas redes e instituições de ensino públicas e privadas de todo o País.

"A sistematização da Pedagogia do Arco Íris, metodologia educacional que dá sustentação ao trabalho na Casa do Zezinho, teve como objetivo torná-la acessível a um conjunto amplo de organizações que atuam no mesmo foco: a educação não formal de crianças e jovens de baixa renda, nos horários complementares à escola formal. Nosso propósito maior, no entanto, é o de promover o princípio básico desta pedagogia, ou seja, o desenvolvimento da autonomia em crianças e jovens para sua inclusão no ambiente social e no universo do trabalho e renda, com consciência plena dos seus direitos e responsabilidades."

Angela Dannemann, conselheira da Casa do Zezinho.
 
 
 
 
  • A Casa do Zezinho atende 1.500 jovens, de 6 a 29 anos.
 

Uma das missões do Instituto Península é contribuir com iniciativas sólidas que visem garantir o direito à educação de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. 

Neste contexto, apoiar a sistematização da metodologia pedagógica implantada com sucesso na Casa do Zezinho, para que ela possa ser replicada por outros projetos e pessoas envolvidas com educação, é uma maneira de consolidar, de modo eficiente, esse objetivo.
 
 
 
 
 
Instituto Península apoia Caminhos da Paz
Sobral recebe 1.300 livros do Instituto Península
Instituto distribui 1.300 exemplares do livro Aula Nota 10
Ana Maria Diniz é homenageada pela Worldfund
 
 
Receba nossa newsletter
Nome
E-mail
 

 

Fale Conoscocontato@institutopeninsula.org.brAv. Brigadeiro Faria Lima, 2055 15o AndarSão PauloSPCEP 01452 001
 
Copyright Instituto Península 2012 ©